(11) 2442-2020 contato@leymar.com.br

EBITDA E FLUXO DE CAIXA LIVRE 

Indicadores financeiros com base em fluxo de caixa são utilizados para subsidiar decisões financeiras e de investimentos.

Além da tradicional demonstração de fluxo de caixa, indicadores financeiros com base no fluxo de caixa podem ser extraídos das demonstrações financeiras oficiais e utilizados em análise de desempenho operacional. Um deles é o Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization (Ebitda), ou Lucro Antes dos Juros, Impostos sobre o lucro, Depreciação e Amortização (Lajida). O outro é o Free Cash Flow (FCF), ou Fluxo de Caixa Livre (FCL). 

O Fluxo de Caixa Livre é obtido através da soma do fluxo de caixa operacional (equivalente a Ebitda na DRE), com o fluxo de caixa dos investimentos.

A formula é:

FCL = FCO + FCI

Sendo

FCL = Fluxo de Caixa Livre

FCO = Fluxo de caixa das atividades operacionais, este se refere ao fluxo das operações menos os gastos decorrentes da industrialização, comercialização e prestação de serviço.
FCI =  Fluxo de caixa de investimentos, que nada mais é do que investimentos realizados no imobilizado ou intangível da empresa, neste caso, o custo é lançado como negativo. O FCI também pode ser positivo, se caso a companhia venda algum ativo ou resgate.

No sentido restrito, o caixa corresponde aos recursos financeiros imediatamente disponíveis, como o dinheiro em espécie, saldo em conta corrente bancária e aplicação financeira de liquidez imediata.

O cálculo do Ebitda e do FCL é feito dentro de um conceito mais geral, amplo, considerando como elementos de “caixa” os ativos e passivos circulantes, pois serão efetivamente recebidos ou pagos em dinheiro, no curto prazo.

Os indicadores de desempenho operacional como o EBTIDA e o FCL, que vieram se juntar a outros já tradicionais, como os índices de rotação (de estoques e contas a receber, giro do ativo operacional etc.) e índices de rentabilidade (margem bruta, margem líquida etc.), expõem a clara preocupação dos analistas financeiros e de investimentos com relação às medidas de desempenho das atividades operacionais das empresas.

A difusão e a popularização desses indicadores entre os contabilistas é importante, pois podem ser utilizados com eficácia para tomadas de decisões gerenciais.

Por exemplo, o conceito de Ebitda diz que este indicador mostra se os ativos operacionais estão gerando caixa e, em sua apuração, são excluídos os impostos sobre o lucro. Porém, os impostos sobre o lucro são pagos em dinheiro e reduzem o caixa gerado pelas operações. Nesse aspecto, o poder informacional do FCL é muito superior.

Fontes:

https://www.sunoresearch.com.br/artigos/fluxo-caixa-livre/

https://www.iobonline.com.br/pages/core/login.jsf

Departamento Contábil Leymar