(11) 2442-2020 contato@leymar.com.br

Algumas táticas contribuem para que seja feita a redução da base de calculo do IR, ou seja, a soma de todos os rendimentos descontando as deduções e o valor da receita federal utiliza a verificação da alíquota na qual o contribuinte se encaixa.

Veja abaixo algumas dicas para pagar menos no IR:

1 – Declare separadamente o IR do cônjuge
Quando você declara em conjunto com o cônjuge, a receita tributaria de ambos é somada, e faz com que a possibilidade pular para uma faixa mais elevada de tributação aumente. Se você fizer a declaração separadamente, no entanto, cada um vai ter o valor total de isenção disponível. Dessa forma, só é benéfico fazer a declaração em conjunto quando algum dos cônjuges possui uma renda tributável muita pequena ou nula, assim fazendo com que sua inclusão na declaração não faça a alíquota ter o valor alterado.

2 – Faça declaração própria para os filhos que recebem pensão
Colocar um filho na declaração faz com que seja necessário informar tanto os bens quanto os ganhos e dívidas dele, somam-se os ganhos tributáveis aos do titular o que pode aumentar o imposto devido. Por conta disso, é recomendado aos pais divorciados, no caso da pensão alimentícia aumentar o imposto devido, fazer uma declaração separada para os filhos. Isso é válido também para dependentes recém-nascidos, desde que já possuam um CPF próprio.

3 – Abata as taxas dos aluguéis
Caso você receba aluguéis e faça os pagamentos à comissão imobiliária, é possível fazer com que essa taxa seja abatida dos valores recebidos. Ao fazer o desconto deste custo, o contribuinte pode conseguir reduzir a base de cálculo sobre o qual o imposto de renda incide mensalmente. Além disso, caso o proprietário do imóvel seja também o responsável por pagar a taxa de condomínio e o IPTU, também é possível descontar estes custos.

Agora você já sabe como, aproveite e pague menos imposto de renda!

Departamento Contábil – Leymar Assessoria Contábil

Fonte: IG – Economia